CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar
CONCURSO CULTURAL
31.10.2017
Selma Sales (São Paulo - SP)
Além da finitude
COMPARTILHAR

 

Dia de Finados. Para alguns, dia de levar flores, acender velas e homenagear os que partiram. Para outros, feriado, oportunidade para viajar e assim, curtir a vida que ainda pulsa. Para mim, sempre se encaixara na segunda opção: feriado para curtição ou para descanso. Mas desta vez, seria diferente! Alguém que muito amo havia partido, o dia de Finados passara finalmente a fazer parte do calendário afetivo da saudade.

Pela distância não poderia levar flores. Velas? Continuavam não fazendo sentido para mim. Como seria então? Como vivenciar este dia? Como seria o dia do aniversário da morte? Será que reviveria aquela dor insuportável novamente? Restava a dúvida e o medo. Mas, nem mais nem menos, apenas um dia. Talvez porque quem amamos nunca morre, nunca finda-se, pois vive dentro de nós. Enraizado na lembrança, tatuado na alma. É presença constante, e por isto a saudade.

 

alem-da-finitude-morte-saudade-amor-eternidade-concurso-cultural-nosso-blog-imagem.jpg

 

Percebi que o amor ou mesmo a saudade que eu sinto por meu pai não se enquadra nesta data, pois todos os dias de alguma forma, junto meu coração ao dele. Lembro dele quando vejo um passarinho e sorrio. Lembro dele quando ouço um som de viola e aí choro. Lembro dele quando observo árvores e frutos e ai me orgulho do homem que foi e das tantas árvores que plantou. Lembro dele quando descubro algo, seja lendo ou viajando e intuo que ele teria gostado. Lembro dele quando sinto a dor da minha mãe, e aí sua lembrança vira cuidado. Lembro-me dele todos os dias, de um jeito ou de outro, portanto nosso amor não se enquadra na finitude dos finados. Porque a vida oferece a eternidade de nossos amores.

 

 

Este texto de Selma Sales recebeu menção honrosa na ação Vida Mais Zen Concurso Cultural - Tema “O Melhor da Vida", realizada entre os meses de março/2017 e setembro/2017

 

 

Uma declaração ao amor profundo, livre e eterno:

A SUA

(Marisa Monte)

 

Eu só quero que você saiba

Que estou pensando em você

Agora e sempre mais

Eu só quero que você ouça

A canção que eu fiz pra dizer

Que eu te adoro cada vez mais

E que eu te quero sempre em paz

 

Tô com sintomas de saudade

Estou pensando em você

E como eu te quero tanto bem

Aonde for não quero dor

Eu tomo conta de você

Mas, te quero livre também

Como o tempo vai

E o vento vem

 

Eu só quero que você caiba

No meu colo

Por que eu te adoro cada vez mais

Eu só quero que você siga

Para onde quiser

Que eu não vou ficar muito atrás


Voltar

ÚLTIMOS POSTS

23.06.2020
Usar a repetição como técnica de memorização pode parecer simples e óbvio ...
Leia mais
09.06.2020
Os koans são a ajuda mais intrigante e enigmática de todas para o estágio de insight na ...
Leia mais
26.05.2020
A verdadeira liberdade não tem nada a ver com o mundo exterior. A verdadeira liberdade não é ...
Leia mais
RECEBA NOSSA NEWSLETTER
CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar

CompraZen, seu companheiro de jornada

Formas de pagamento

Formas de pagamento

Redes sociais

Facebook Instagram Youtube

Atendimento

(11) 4721-5028

(11) 93148-0456

Buda
2017 - Todos os direitos reservados - Compra Zen www.comprazen.com.br - CNPJ 15.294.311/0001-88
Rua Francisco Martins Feitosa, 119 - Mogi das Cruzes - SP - 08735-420 - Brasil
Preços, condições e promoções exclusivos para o site, podendo sofrer alterações sem prévia notificação.