CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar
COMPORTAMENTO
03.12.2019
CompraZen
Reveladora noite
COMPARTILHAR

 

Você gostaria que fosse possível não sentir dor? Gostaria de ser absolutamente imune a estímulos que machucam o corpo, a mente ou o espírito? Antes de responder, é preciso saber de uma informação importante. Existe um distúrbio chamado síndrome de Riley-Day, que provoca, de fato, insensibilidade a qualquer estímulo doloroso. Como não saber o quão ruim é ter um dedo machucado, uma perna quebrada, as pessoas que sofrem dessa síndrome não sentem necessidade de se proteger e acabam se ferindo com frequência. E gravidade. Sem a noção do perigo, tendem a proteger pouco a si mesmas e a morrer jovens. A ausência de dor lhes impede a sobrevivência. Entre as emoções, algo semelhante acontece. Preferimos não sentir medo, sentimento costumeiramente visto como algo ruim. E esquecemos que ele também é fundamental à autopreservação. Necessidades vitais são assim. Não há lado melhor ou pior. São complementares. Como o dia e a noite.

Podemos entender que nem tudo é agradável à primeira vista. Podemos afirmar que é melhor ser alegre do que ser triste. Podemos até preferir o dia à noite. Mas não podemos negar as qualidades que ela tem. Inicialmente, antes de dominar a produção do fogo, sentíamos medo das trevas, de seus sons e da quase impossibilidade de vermos a distância. Quem sabe por isso elas eram associadas a um período que deveria ser vencido. Mas, hoje, nas noites límpidas, o céu estrelado, como contraponto, inunda-nos com a sensação de tranquilidade, de beleza. Sabemos que a escuridão é prenhe de significados, uma outra forma de ver, que continua a despertar a nossa curiosidade, a meditação, o conhecimento. E passa a ser esperada, e não mais temida.

 

 

reveladora-noite-emocoes-medos-esperanca-autoconhecimento-aceitacao-nosso-blog-imagem.jpg

 

 

Apenas à noite, por exemplo, podemos ver a Lua e as estrelas. Arquetipicamente, essas pequenas luzes são como faróis iluminando suavemente conteúdos impossíveis de ver de dia. Nossa vida, assim como a escuridão do Universo, é, em sua maior parte, misteriosa. A luz da Lua, reflexiva (pois é um reflexo do Sol), não acaba com a noite, permite que ela exista, que se possa andar nela, percorrer os mistérios. A luz do Sol, ao contrário, ilumina tanto que ofusca nossa visão de profundidade, servindo apenas à ideia de que o mundo reluzente é tudo que existe e importa.

No escurecer, enxergamos outros contornos. A melancolia, a dor humana estão lá. Sussurrando que ser triste dói. Outra sensibilidade assume o comando. Acolhe a nossa própria solidão e abre espaço para aconchegar a do outro também. Pode ser que a noite dissolva o homem e que o dia recomponha, como escreveu o poeta Carlos Drummond de Andrade no livro O Sentimento do Mundo. E abraçar esse ciclo engrandece.

Pois “o ser humano é”, como descreveu outro poeta, o mestre sufi Rumi, “uma casa de hóspedes”. Toda manhã chega alguém. Chegam alegria, tristeza, maldade, falta de sentido, raiva. E todos merecem ser tratados honradamente, porque podem estar arrumando o espaço para a sua evolução espiritual. “Agradeça a quem vem, porque cada um foi enviado como um guardião do além”. Sejamos, pois, bondosos anfitriões de nós mesmos.

 

 

Fonte: Bons Fluídos. Ed. 208

 

 

Deixe-se embalar pela poesia do encontro entre Silva e Marisa Monte:

 

 

NOTURNA (NADA DE NOVO NA NOITE)

(Marisa Monte / Lucas Silva / Lúcio Silva)

 

Não há nada de novo na noite

Venha cá, não há nada a temer

Pode ser que o silêncio te escute

E no escuro você possa ver

 

É só relaxar

É só se entregar

Não se preocupar

É bom pra pensar em nada, em nada

Deixar pra amanhã

Deixar pra depois

É bom se lembrar de respirar de novo

De novo

 


Voltar

ÚLTIMOS POSTS

07.01.2020
O ano de 2020 será regido por duas imagens fortes do Tarô – o arcano 19, O Sol, e o ...
Leia mais
31.12.2019
FICA PROIBIDO O que é verdadeiramente importante? Busco dentro de mim a resposta, e me ...
Leia mais
24.12.2019
O verdadeiro homem de bem é o que pratica a lei de justiça, amor e caridade, na sua mais completa pureza. ...
Leia mais
RECEBA NOSSA NEWSLETTER
CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar

CompraZen, seu companheiro de jornada

Formas de pagamento

Formas de pagamento

Redes sociais

Facebook Instagram Youtube

Atendimento

(11) 4721-5028

(11) 93148-0456

Buda
2017 - Todos os direitos reservados - Compra Zen www.comprazen.com.br - CNPJ 15.294.311/0001-88
Rua Francisco Martins Feitosa, 119 - Mogi das Cruzes - SP - 08735-420 - Brasil
Preços, condições e promoções exclusivos para o site, podendo sofrer alterações sem prévia notificação.