CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar
ESPIRITUALIDADE
08.06.2021
CompraZen
A força de cura no xamanismo
COMPARTILHAR

 

A filosofia xamanística pode ser vista em termos de uma teoria de sistemas vivos com base na compreensão da natureza – o Grande Espírito, a consciência inerente a tudo -, onde olha-se primeiramente paro o todo, e depois para as partes, ou seja, deve-se compreender o cosmo para daí compreender a parte menor.

Na prática xamanística, um sintoma de um desequilíbrio não será tratado como um fenômeno isolado, mas como manifestação de uma desordem subjacente mais profunda, que deve ser tratada para que a cura ocorra. O xamã olha o paciente entendendo seu relacionamento com o ambiente maior, incluindo a família, a cultura e a vida espiritual.

O foco xamanístico compara a cura ao crescimento da consciência espiritual, onde a crise espiritual é a preocupação mais crônica, e não a manifestação da doença. E, ao ajudar o paciente a encontrar harmonia dinâmica dentro de todo o sistema, o xamã também ajuda a trazer mais harmonia ao sistema do próprio cosmo.

 

 

a-forca-da-cura-no-xamanismo-espiritualidade-xama-ancestral-saude-cosmo-nosso-blog-imagem-1.jpg

 

 

No ritual da cura há uma compreensão não hierárquica das criaturas da natureza como nossos irmãos participando conosco na celebração desse processo; o universo como um sistema vivo onde o homem não está acima das criaturas sencientes – tanto nós as ajudamos quanto elas nos ajudam numa interação mútuas, como sistemas abertos em relacionamentos para o bem maior de todos.

Isso é bem ilustrado pela compreensão xamanística dos animais de poder. Um animal de poder é uma forma envolvente de consciência que, quando se liga ao indivíduo, liga esses individuas à natureza, concedendo energia prânica, que dá suporte ao sistema imunológico. E o relacionamento com os animais de poder é também recíproco, pelo fato de agirmos como guias espirituais para nossos animais de poder, tal como os animais de poder agem como nossos guias espirituais, todos se beneficiam desse relacionamento.

O indivíduo, na compreensão xamã, tem seu lugar no sistema do cosmo, como os animais, as plantas, os espíritos da natureza e as entidades espirituais mais poderosas. Existe uma interação de informações entre os vários níveis, e as ações ritualísticas dos xamãs são para o bem de todos, para trazer tudo em harmonia: o paciente, a tribo, a raça humana, os seres alados e os quadrúpedes, os espíritos da natureza, os devas, a Terra, o sol, as estrelas, o cosmo e o Grande Espírito.

 

 

a-forca-da-cura-no-xamanismo-espiritualidade-xama-ancestral-saude-cosmo-nosso-blog-imagem-2.jpg

 

 

Na tradição xamanística, o foco não está na doença, mas na saúde total, que requer um relacionamento apropriado com toda a vida. No xamanismo, o indivíduo não é curado a não ser que tenha aprendido a se tornar um curandeiro. Porque o alívio de sintomas não é a principal função da cura de doenças, mas a transformação, a restauração do equilíbrio com o mundo, um salto quântico para um nível mais elevado de existência.

Em muitas culturas, o xamã potencial é reconhecido e assinalado com tal pela comunidade após sobreviver a uma doença ou acidente que colocou em risco sua vida ou que foi doloroso. Vencer a doença pessoalmente abre novas passagens de conhecimento para o indivíduo. De maneira semelhante, a experiência transformadora da xamã envolve iniciação através de provações, como longos jejuns, uso da tenda do suar e a busca de visões, que transformam sua percepção tão drasticamente que uma experiência de morte e de renascimento é inevitável. Ou seja, a ordem do universo é dissolvida numa experiência de caos, depois o xamã dá o salto para um novo tipo de ordem.

O xamã não seria apenas o homem doente, ele é, acima de tudo, o homem doente que foi curado, e por isso é conhecido como “o curandeiro ferido”: ele recuperou as peças quebradas de seu corpo e de sua psique, e através de um rito pessoal de transformação, integrou muitos planos de experiência de vida.

 

 

Fonte: Sophia, Editora Teosófica, Jan/Mar 2010

 

 

Acompanhe essa belísssima canção:

 

 

MÚSICA (XAMÃ)

(Flávio Venturini & Milton Nascimento)

 

Irei, já vou

Pra tudo decifrar

Irei pra no teu colo

Me desfalecer de amor

Serei, já sou

O que esperas de mim

Preciso merecer

Tu me chamaste assim

Xamã

E minha vida entrego a ti

Espírito de luz

Alma gêmea da paz

Venho em ti descansar

 

Um dia alguém

Tocou meu ombro e amou

Soou aos quatro vento

Dizendo: tu és xamã

Xamã, xamã

O canto dessa aurora

Me aproximou da luz

Nos junta para sempre

Devemos viajar

A minha vida entrego a ti

Espírito de luz

Venho já pra cantar o céu

Som do alertar

Som de curar

 


Voltar

ÚLTIMOS POSTS

20.07.2021
As pessoas anseiam pela paz. Mos o que querem dizer com paz? Podemos pensar na paz como ausência de guerra. Mas ...
Leia mais
06.07.2021
A expressão “não ter necessidade é divino”, de Sócrates, destaca-se ...
Leia mais
22.06.2021
O Tai Chi Chuan é uma antiga disciplina chinesa, tradicionalmente usada para a saúde, relaxamento, ...
Leia mais
RECEBA NOSSA NEWSLETTER
CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar

CompraZen, seu companheiro de jornada

Formas de pagamento

Formas de pagamento

Redes sociais

Facebook Instagram Youtube

Atendimento

(11) 96706-4719

Buda
2017 - Todos os direitos reservados - Compra Zen www.comprazen.com.br - CNPJ 14.088.607/0001-80
Rua Francisco Vaz Coelho, 847 - Vila Lavínia - Mogi das Cruzes - SP - 08735-440 - Brasil
Preços, condições e promoções exclusivos para o site, podendo sofrer alterações sem prévia notificação.