CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar
FILOSOFIA ORIENTAL
11.04.2017
CompraZen
Durga, a personificação da força e poder
COMPARTILHAR

 

No universo mitológico indiano, Durga representa o feminino transcendente e não condicionado, expressando-se como força. É o poder (Shakti) pelo qual a essência primordial manifesta-se como guerreira, protetora e benfeitora. Energia feminina de Shiva, ela se apresenta como uma guerreira muito poderosa e apareceu na terra sob vários nomes para destruir os demônios que estavam irritando deuses e humanos.

 

durga-a-personificacao-da-forca-e-poder-feminino-shakti-deusa-hindu-mantra-nosso-blog-imagem-1.jpg

 

AS LENDAS DE DURGA

 

Ganhou o nome de Durga porque matou um asura (antideus) chamado Durg. Segundo o Skanda Purana, esse demônio era um gigante, filho de Ruru, após ter praticado muita austeridade (tapas) para agradar ao seu deus criador,  Brahma, obteve sua bênção e tornou-se tão poderoso que conquistou os três mundos (a Terra, a atmosfera e os reinos celestes), destronando Indra (dirigente do primeiro reino divino) e os demais deuses. Durg obrigou as esposas dos rishis (sábios) a cantar suas glórias, retirou os deuses do céu, obrigando-os a viver nos bosques, e ordenou-lhes que o reverenciassem inclinando a cabeça.

Durg aboliu as cerimônias religiosas, os Brahmanes (sacerdotes) abandonaram a leitura dos Vedas (escritura sagradas hindus) por temor, os rios mudaram seus cursos, o fogo perdeu sua energia e as atemorizadas estrelas se fizeram invisíveis. Durg assumiu a forma das nuvens e fazia chover quando queria; a terra, amedrontada, oferecia uma abundante produção e as árvores floresciam e davam frutos fora da estação.

Os deuses, em sua aflição, correram até Shiva; e Indra, como porta-voz do grupo, disse, envergonhadamente: “Shiva, fomos todos destronados e expulsos dos céus pelo terrível demônio Durg!”. Shiva, vendo o sofrimento dos deuses por estarem privados de suas oferendas e compadecendo-se da situação, quis que sua esposa, Parvati, destruísse o gigante. Ela, aceitando a tarefa de bom grado, acalmou os temores dos deuses e enviou Kalaratri (Noite Escura), uma fêmea cuja beleza enfeitiçava os habitantes dos três mundos, para ordenar ao demônio que restaurasse a ordem. Ele, contudo, cheio de fúria, enviou seus soldados para agarrar Kalaratri, que os reduziu a cinzas com um sopro. Durg, então, enviou monstros gigantes, que cobriam a superfície da Terra. Quando os viu, Kalaratri voou até Parvati, levando-os até a deusa. Houve uma batalha feroz entre Durg e Parvati, na qual o asura usou várias armas, assumiu a forma de um elefante e depois de um búfalo, mas foi facilmente derrotado. Na sua forma verdadeira final, ele foi pego por Parvati e atirado no chão com muita força, seu peito fora perfurado por uma flecha, e sua boca vertia sangue.

Os deuses estavam encantados com tão belo desenlace da batalha, pois recuperaram, em seguida, o antigo resplendor. Após esse episódio, a deusa passou a ser chamada de Durga, nome da forma feminina do demônio Durg, que ela havia destruído.

 

durga-a-personificacao-da-forca-e-poder-feminino-shakti-deusa-hindu-mantra-nosso-blog-imagem-2.jpg

A imagem de Durga é representada como uma mulher de cor dourada, com uma fisionomia gentil e bela. Possui dez braços; em uma das mãos segura uma lança com a qual corta o gigante Mahishasur; com uma de suas mãos esquerdas segura a cauda de uma serpente; com outra, o calo de um gigante cujo peito a cobra está picando; suas outras mãos portam várias armas. O seu leão está recostado sobre sua perna direita, e o gigante, sobre a esquerda.

 

Outro relato sobre a origem de Durga é encontrado no Vamana Purana. Quando os deuses, aflitos, procuraram Vishnu, ele, Shiva, Brahma e as outras divindades emitiram muitas chamas de seus olhos, formando uma montanha de esplendor que se tornou manifesta como Katyayini, brilhante como milhares de sóis, com três olhos, cabelos escuros e 18 braços. Shiva deu a ela um tridente; Vishnu deu um disco; Varuna, uma concha; Agni, uma seta; Vayu, um arco; Surya, uma aljava cheia de flechas; Indra, um raio; Kubera, uma clava; Brahma, um rosário e um pote de água; Kala, um escudo e uma espada; Vishwakarma, um machado de guerra e outras armas. Assim armada e adorada pelos deuses, Katyayini seguiu para as colinas de Vindhya. Enquanto estava lá, os asuras Chanda e Manda a viram e, fascinados por sua beleza, descreveram-na para Mahishasur (também conhecido como Durg), seu rei, que ficou ansioso para conquistá-la. Ao pedir sua mão, ela disse-lhe que esta deveria ser ganha em uma batalha. Eles lutaram; por fim, a deusa desmontou do seu leão e saltou sobre as costas de Mahishasur, que estava sob a forma de um búfalo, e com o seu pé golpeou-o na cabeça, fazendo com que ele desmaiasse. Ela, então cortou a cabeça dele com a espada. Por isso, ela também é conhecida como Mahishasurmardini.

 

 

MANTRA DE DURGA

 

durga-a-personificacao-da-forca-e-poder-feminino-shakti-deusa-hindu-mantra-devanagari.jpg

 

Mantra usado para proteção em geral: “Saudações a Ela que é linda para aqueles que buscam a verdade e terrível na aparência para aqueles que querem machucar os devotos da verdade.”

 

 

NOVE FORMAS DE DURGA

 

Navadurga significa literalmente as nove formas da Durga, e constituem, de acordo com escrituras védicas, a manifestação de Durga em seus nove aspectos diferentes. Estas nove formas de manifestação são adoradas durante o Navrātri Vrata (Nove Noites Divinas). Cada deusa tem uma forma diferente e um significado especial, onde todas contém energias que conduzem à realização espiritual.

 

 

durga-a-personificacao-da-forca-e-poder-feminino-shakti-deusa-hindu-mantra-nosso-blog-imagem-3.jpg

 

durga-a-personificacao-da-forca-e-poder-feminino-shakti-deusa-hindu-navadurga-1.jpg

 

durga-a-personificacao-da-forca-e-poder-feminino-shakti-deusa-hindu-navadurga-2.jpg

 

durga-a-personificacao-da-forca-e-poder-feminino-shakti-deusa-hindu-navadurga-3.jpg

 

 

Fontes: Shakti - Os Mantras da Energia Feminina, Thomas Ashley-Farrand, Pensamento / Mitologia Hindu, Aghorananda Saraswati, Madras / Deuses e Deusas Hindus, Sunita Pant Bansai, Nova Era / www.harekrsna.de/artikel/nava-durga / www.youtube.com/watch?v=3UrBxim1KFc&t=977s

 

 

Faça uma meditação mântrica (japa) com um mantra evocando a força de Durga para sua vida. (o vídeo traz uma versão com 27 entoações, que podem ser repetidas em ciclos de 4 vezes, onde cada ciclo completa as tradicionais 108 repetições do japa):

 

durga-a-personificacao-da-forca-e-poder-feminino-shakti-deusa-hindu-mantra-video.jpg

 

"Oh, Gauri Ma! Consorte do Senhor Shiva, você que concede auspiciosidade em tudo e cumpre os desejos de todos, eu me prostro diante de você, me tome sob seu cuidado."

 

DICAS:

- Use um rosário (mala) de 108 contas. Use o dedo médio e o polegar da mão direita para rolar as contas (o uso do dedo indicador não é permitido). Repita o mantra de 108 a 1.080 vezes por dia (um a dez malas completos).

- Tome um banho ou lave as mãos, pés, rosto e boca antes de sentar-se para executar o japa pela manhã.

- Sente-se de frente para o leste ou norte durante a prática. Isso aumenta a eficácia do seu japa.

- Sente-se em um tapete para conservar a eletricidade do corpo. Você pode sentar-se padmasana, siddhasana ou sukhasana.

- Não cante o mantra com pressa. Faça-o lentamente com sentimento, concentração da mente e devoção.

- Tente associar o canto ao ritmo da respiração e medite na forma de sua deidade. Pense no significado do mantra que está repetindo.

- Observe o silêncio e evite distrações e compromissos. Isso mantém as vibrações espirituais intactas.


Voltar

ÚLTIMOS POSTS

28.09.2021
Os grandes instrutores religiosos são como médicos para as doenças do mundo. Superficialmente, a ...
Leia mais
14.09.2021
Este texto foi desenvolvido a partir de uma pesquisa médica intitulada A ciência descobre o verdadeiro ...
Leia mais
31.08.2021
Todas as idades, assim como todas as circunstâncias, têm suas compensações. Muitas pessoas ...
Leia mais
RECEBA NOSSA NEWSLETTER
CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar

CompraZen, seu companheiro de jornada

Formas de pagamento

Formas de pagamento

Redes sociais

Facebook Instagram Youtube

Atendimento

(11) 96706-4719

Buda
2017 - Todos os direitos reservados - Compra Zen www.comprazen.com.br - CNPJ 14.088.607/0001-80
Rua Francisco Vaz Coelho, 847 - Vila Lavínia - Mogi das Cruzes - SP - 08735-440 - Brasil
Preços, condições e promoções exclusivos para o site, podendo sofrer alterações sem prévia notificação.