CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar
MEDITAÇÃO
13.08.2019
CompraZen
Por que meditar
COMPARTILHAR

 

A meditação é pragmática, é o equivalente psicológico e emocional de uma programa de treinamento físico: se você se exercita regularmente, obtém certos resultados – músculos mais fortes, ossos mais densos, aumento da resistência. Se você meditar regularmente, também obterá certos resultados. Alguns deles são maior tranquilidade, concentração e melhores conexões com as pessoas (assista ao vídeo ao final do texto). Mas há outras recompensas. Conheça algumas:

 

 

 

por-que-meditar-meditacao-mindfulness-saude-mental-emocional-felicidade-nosso-blog-1.jpg

 

As suposições que fazemos, sendo ou não positivas – sobre o que somos e a maneira como o mundo funciona, o que merecemos, quanto podemos suportar, onde a felicidade pode ser encontrada –, podem  exercer total influência sobre aquilo a que damos atenção e o modo como fazemos isso.

Nossas ideais preconcebidas nos impedem de apreciar o que está bem diante de nós – um estranho que é um amigo em potencial, um desafeto que poderia realmente nos ajudar. Pressupostos bloqueiam a percepção real e nos impedem de reunir informações que possam nos trazer conforto e alívio, ou informações que, embora tristes e dolorosas, nos permitirão tomar decisões melhores.

Aqui estão algumas dessas suposições comuns que talvez você reconheça: Nós não temos nada em comum. Eu não sou capaz de fazer isso. Você não pode argumentar com uma pessoa assim. Amanhã será exatamente como hoje. Se eu insistir, conseguirei controlar quem ou o que for necessário. Somente os grandes riscos podem me fazer sentir vivo. Eu estraguei tudo; deveria simplesmente desistir. Eu sei exatamente o que vai dizer, então realmente não preciso ouvir. A felicidade é para outras pessoas, não para mim. Máximas como essas são motivadas pelo medo, desejo, tédio ou ignorância. Essas ideias preconcebidas nos amarram ao passado, obscurecem o presente, limitam nosso potencial e nos tiram a alegria. Até detectarmos e examinarmos nossas suposições, elas provocam uma ruptura em nossa capacidade de observar objetivamente; nós supomos que já sabemos o que está por vir.

Ao olhar para o que está por trás das atribulações e reações condicionadas, você terá uma visão mais clara dos seus sonhos, metas e valores mais profundos e importantes.

 

 

 

por-que-meditar-meditacao-mindfulness-saude-mental-emocional-felicidade-nosso-blog-2.jpg

 

Quando praticamos a meditação, frequentemente começamos a reconhecer tipos específicos de respostas condicionadas – restrições que impomos à nossa vida que não foram detectadas anteriormente. Nós identificamos as maneiras como sabotamos nosso próprio crescimento e sucesso, porque fomos condicionados a nos contentarmos com poucos resultados. A meditação permite-nos ver que esses limites não são inerentes ou imutáveis, pois eles foram aprendidos e podem ser ignorados, mas não até que nós sejamos capazes de reconhecê-los. (Algumas ideias comuns que limitam: Ela é mais inteligente, você é a mais bonita. Pessoas como nós não têm chance. Crianças da periferia não se tornam médicos). Treinar a atenção por meio da meditação abre os nossos olhos. Então, teremos condições de avaliar essas respostas condicionadas e, se parte delas contiver alguma verdade, poderemos ver isso claramente e usá-la de maneira adequada; se parte delas simplesmente não se sustenta após uma análise, poderemos descartá-la.

 

 

 

por-que-meditar-meditacao-mindfulness-saude-mental-emocional-felicidade-nosso-blog-3.jpg

 

A meditação nos ensina maneiras seguras de abrir toda a nossa bagagem de experiências – dolorosas, prazerosas e neutras – para que possamos aprender a ser uma pessoa melhor com nós mesmos, nos momentos bons e ruins. Durante as sessões de meditação, praticamos o contato com emoções e pensamentos difíceis, mesmo com os mais assustadores ou intensos, de uma maneira aberta e receptiva, sem autocrítica a algo que já causa dor. Especialmente em momentos de incerteza ou de dor, a meditação amplia nossa perspectiva e aprofunda o sentido de coragem e ousadia. Você começa a ser mais corajoso da seguinte maneira: pouco a pouco. Com pequenas, práticas e toleráveis mudanças, fazemos amigos com os sentimentos que uma vez nos aterrorizaram. Então, podemos dizer a nós mesmos: Consegui sentar e enfrentar alguns dos meus pensamentos mais desesperadores e esperanças mais profundas sem julgá-los. Isso me deu força. O que mais eu posso resolver com essa mesma força? A meditação nos permite ver que podemos realizar coisas que nós não achávamos que seríamos capazes de fazer.

 

 

 

por-que-meditar-meditacao-mindfulness-saude-mental-emocional-felicidade-nosso-blog-4.jpg

 

A meditação é o melhor artifício para as emergências. Você pode usá-la em qualquer lugar, a qualquer hora, discretamente. Você provavelmente se encontrará em situações – uma discussão acalorada no trabalho, digamos, ou ao levar uma multidão de crianças barulhentas para um jogo de futebol – nas quais talvez não possa extravasar seu estresse (dando uma volta no quarteirão, se exercitando na academia ou relaxando na banheira). Mas você sempre pode seguir sua respiração.

 

 

 

por-que-meditar-meditacao-mindfulness-saude-mental-emocional-felicidade-nosso-blog-5.jpg

 

A prática da meditação cultiva qualidades como a bondade, a confiança e a sabedoria que você pode achar que estão faltando em sua personalidade, mas que, na verdade, estão apenas inexploradas ou ocultas pelo estresse e pelas atribulações. Você terá a oportunidade de ter acesso a essas qualidades com mais facilidade e frequência.

 

 

 

por-que-meditar-meditacao-mindfulness-saude-mental-emocional-felicidade-nosso-blog-6.jpg

 

Todos nós já tivemos essa experiência – momentos em que nos sentimos responsáveis pelo bem-estar de todos. É nosso trabalho, pensamos, corrigir a temperatura e a umidade, ou as pessoas ao nosso redor (como se pudéssemos fazer o nosso companheiro parar de fumar, consultar um mapa, seguir uma dieta!). Nós até pensamos que somos capazes de controlar totalmente nossas próprias emoções – Eu não deveria sentir inveja ou ressentimento, tampouco rancor! Isso é terrível! Eu vou parar. Você pode muito bem dizer: “Nunca mais pegarei um resfriado!”. Embora possamos afetar nossas experiências físicas e emocionais, não podemos determiná-las, não podemos decretar que emoções surgirão dentro de nós. Porém, podemos aprender por meio da meditação a mudar nossas respostas a elas. Dessa maneira, nos poupamos de uma viagem por um caminho de sofrimento que já trilhamos muitas vezes. Reconhecer o que não podemos controlar (os sentimentos que surgem dentro de nós, as outras pessoas, o clima) nos ajuda a ter limites saudáveis no trabalho e em casa, sem tentar mudar tudo e todos na maior parte do tempo. A meditação nos ajuda a parar de brigar com nós mesmos para ter emoções perfeitamente humanas. Ela libera a energia que gastamos tentando controlar o incontrolável.

 

 

 

por-que-meditar-meditacao-mindfulness-saude-mental-emocional-felicidade-nosso-blog-7.jpg

 

A maioria de nós tem uma atitude confusa e muitas vezes paradoxal com relação às mudanças. Não acreditamos que as mudanças são possíveis; acreditamos estar destinados a fazer as coisas da maneira como sempre fizemos. Contraditoriamente, temos a esperança de mudar e tememos a mudança. Queremos acreditar que a mudança é possível, porque isso significa que nossa vida pode melhorar. Porém, temos dificuldade em aceitar a mudança, pois queremos manter de maneira permanente o que é agradável e positivo. Gostaríamos que as dificuldades fossem transitórias e os bons momentos, eternos.

Tentar evitar a mudança é desgastante e estressante. Tudo é impermanente: felicidade, tristeza, uma ótima refeição, um poderoso império, o que estamos sentindo, as pessoas ao nosso redor, nós mesmos. A meditação nos ajuda a compreender esse fato – a verdade fundamental da existência humana – e o que nós, seres humanos, estamos mais propensos a negar ou a esquecer, especialmente por se tratar da maior mudança de todas: a mortalidade; ela acontece, queiramos ou não. Nós envelhecemos e morremos. (No épico indiano Mahabharata, um rei sábio é questionado sobre a coisa mais maravilhosa do universo. “A coisa mais maravilhosa em todo o universo”, diz ele, “é que as pessoas e tudo ao nosso redor estão morrendo e nós não acreditamos que isso irá acontecer conosco”). A meditação é uma ferramenta para nos ajudar a aceitar a verdade absoluta de que tudo muda o tempo todo.

Você logo descobrirá que a meditação oferece uma chance de ver a mudança no microcosmo. Seguir nossa respiração ao observar como os pensamentos fluem e refluem continuamente pode nos ajudar a perceber que todos os elementos de nossa experiência estão em fluxo constante. Durante uma sessão de meditação, você descobrirá que é natural passar por altos e baixos para encontrar tanto os novos prazeres quanto conflitos recém-descobertos que borbulhavam no inconsciente. Algumas vezes você irá se conectar com uma fonte de paz. Outras vezes você poderá sentir ondas de sonolência, tédio, ansiedade, raiva ou tristeza. Trechos de músicas antigas podem ressoar em sua mente; memórias há muito enterradas podem vir à tona. Você poderá se sentir maravilhoso ou horrível. A meditação diária lembrará a você que, se olharmos atentamente para uma emoção dolorosa ou uma situação difícil, ela será obrigada a mudar; não é tão sólida e incontrolável como parecia. O medo que sentimos pela manhã pode desaparecer à tarde. A desesperança pode ser substituída por um lampejo de otimismo. Mesmo quando uma situação de desafio se apresenta, ela muda de momento a momento, está ativa. O que acontece durante a meditação nos mostra que não estamos presos a ela, que temos opções. Então, mesmo se temos medo, podemos encontrar uma maneira de seguir em frente, de continuar tentando.

Esse não é um sentimento à moda de “Pollyanna”, extremamente otimista, que acredita que tudo sempre ficará bem, de acordo com nossos desejos ou nosso calendário. Pelo contrário, é um entendimento consciente que nos dá a coragem de seguir rumo ao desconhecido e a sabedoria para nos lembrarmos de que, enquanto estivermos vivos, a possibilidade permanecerá viva. Não podemos controlar os pensamentos e as emoções que surgem dentro de nós, tampouco podemos controlar a verdade universal de que tudo muda. No entanto, podemos aprender a recuar e descansar, conscientes do que está acontecendo. Essa consciência pode ser o nosso refúgio. E a ciência já provou que também é possível mudar ao nível celular.

 

 

Fonte: A Real Felicidade – O poder da meditação, Sharon Salzberg, Magnitude

 

 

Mais sete benefícios incríveis da prática da meditação:

 

 


Voltar

ÚLTIMOS POSTS

20.08.2019
Algumas delícias da vida só podem ser celebradas porque temos ao nosso dispor os cinco sentidos. Aromas, ...
Leia mais
13.08.2019
A meditação é pragmática, é o equivalente psicológico e emocional de uma ...
Leia mais
06.08.2019
O Instituto Nacional do Câncer colocou no ar um site especializado em alimentação e ...
Leia mais

VEJA TAMBÉM

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar

CompraZen, seu companheiro de jornada

Formas de pagamento

Formas de pagamento

Redes sociais

Facebook Instagram Youtube

Atendimento

(11) 4721-5028

(11) 93148-0456

Site seguro

     
SOBRE CERTIFICADOS SSL
Buda
2017 - Todos os direitos reservados - Compra Zen www.comprazen.com.br - CNPJ 15.294.311/0001-88
Rua Francisco Martins Feitosa, 119 - Mogi das Cruzes - SP - 08735-420 - Brasil
Preços, condições e promoções exclusivos para o site, podendo sofrer alterações sem prévia notificação.