CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar
ZEN
24.09.2019
CompraZen
Pinheiro, bambu e ameixeira
COMPARTILHAR

 

Nos países de inverno rigoroso, a neve faz com que as árvores pareçam secas e mortas. A ameixeira branca é a primeira a desabrochar. Os troncos e galhos ainda estão cobertos de neve quando o pequeno botão exala a fragrância perfumada da primavera. “O inverno é um período em si mesmo. A primavera é um período em si mesmo. O inverno não se torna primavera. O inverno tem começo, meio e fim. A primavera não se torna verão. Tem começo, meio e fim. Assim é a vida”. (Mestre Eihei Dôgen).

O final do inverno é o início da primavera. A neve derrete. Os botões surgem nas árvores secas. Flores desapontam aqui e acolá. Há áreas com a vegetação queimada, galhos quebrados e caídos pelo peso da neve, dos ventos, das tempestades.  Primavera é também tempo de reconstruir, reparar os estragos do frio. É tempo de alegria, de ver as cerejeiras em flor – suavemente rosadas, pétalas nos galhos marrons. Céu azul. As cores voltam. Os odores retornam. A vida ressurge.

Nas cerimônias de casamento em frente a Buda, os noivos bebem de três taças. A primeira tem o desenho de um pinheiro – símbolo da longevidade, pois se mantém verde em todas as estações do ano. Que o casamento possa ser assim, manter o frescor da ternura desse momento em todas as estações da vida. Nunca perder o vigor.

A segunda taça é a do bambu. Há vários significados relacionados ao bambu – flexibilidade é o primeiro. O bambu se dobra e não se parte. Quando somos flexíveis, podemos nos abaixar sem nos quebrar. A humildade digna. Também representa o respeito à ancestralidade, aos que vieram antes, pois cresce em nódulos, deixando que os primeiros se elevem aos céus. A terceira analogia é com a espiritualidade. Um bambu floresce apenas a cada 150 anos. A maioria de nós nunca viu a flor do bambu ou suas sementes. Geralmente plantamos mudas. Quer sejam mudas, quer sejam sementes, levam cinco anos, sob a terra, para dar os primeiros brotos. A vida espiritual também é assim.

Muitas vezes, iniciamos uma prática religiosa e queremos logo os resultados. Tudo o que surge com muita rapidez, da mesma forma desaparece. A trama das raízes do bambu (uma espécie de grama gigantesca) protege e fortalece a terra, evitando desabamentos. Cerca de cinco anos apenas criando causas e condições. Shakyamuni Buddha dizia que uma pessoa só se tornaria monge ou monja depois de cinco anos de prática incessante, depois de haver raspado os cabelos (também bigode e barba para os homens) e entrado para a prática da vida comunitária. Levamos cinco anos para nos transformar, para migrar da maneira laica de viver, pensar, ver e falar e assumir a visão monástica. Do mesmo modo, no casamento, só depois de cinco anos percebemos o que realmente aconteceu. Noivo e noiva, marido e esposa, homem e mulher se tornam verdadeiramente íntimos e podem se reconhecer um no outro.

A terceira taça mostra o desenho de uma ameixeira florida. Que o casal seja capaz de atravessar os invernos frios e gélidos das perdas e sofrimentos possíveis em uma existência. Não só perdemos pessoas queridas, mas também sonhos, ideais, expectativas. Tudo aquilo que nos faz lembrar do frio da morte. Atravessamos e desabrochamos novamente. São os votos de que tenham capacidade de suportar o aparentemente insuportável e dar vida à sua própria vida – como faz a ameixeira.

 

 

bambu-pinheiro-e-ameixeira-casamento-tradicao-religiosa-japao-monja-coen-nosso-blog-imagem.jpg

 

 

Fonte: A sabedoria da transformação – Reflexões e experiências, Monja Coen, Academia

 

 

O movimento da vida:

 

 


Voltar

ÚLTIMOS POSTS

15.10.2019
A natureza nos presenteou com sua grande força através das ervas. Devemos profundo respeito a essas ...
Leia mais
08.10.2019
A maioria das pessoas tem horror à simples menção da palavra conflito. Elas confundem com briga, ...
Leia mais
01.10.2019
“Ganesha é, certamente, a deidade mais popular da Índia”, diz a cantora indiana Meeta ...
Leia mais

VEJA TAMBÉM

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar

CompraZen, seu companheiro de jornada

Formas de pagamento

Formas de pagamento

Redes sociais

Facebook Instagram Youtube

Atendimento

(11) 4721-5028

(11) 93148-0456

Buda
2017 - Todos os direitos reservados - Compra Zen www.comprazen.com.br - CNPJ 15.294.311/0001-88
Rua Francisco Martins Feitosa, 119 - Mogi das Cruzes - SP - 08735-420 - Brasil
Preços, condições e promoções exclusivos para o site, podendo sofrer alterações sem prévia notificação.