CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar
BEM-ESTAR
26.11.2019
CompraZen
Benefícios do limão
COMPARTILHAR

 

Citrus, em latim, quer dizer “limão”. Daí todas as frutas cítricas serem parentes etimológicas do limão. Isso mesmo, ele é o pai de todos os cítricos! Milenares, a grande maioria dos frutos cítricos tem origem na Ásia, em regiões compreendidas entre a Índia e o sudeste do Himalaia. Lá ainda é possível encontrar variedades silvestres – primitivas – de limoeiros. O limoeiro, no início, era um simples arbusto que se espalhava espontaneamente pelo sudeste asiático.

Existem diferentes versões sobre a forma como o limão tornou-se conhecido na Europa. Alguns dizem que ele foi levado pelos muçulmanos entre os séculos VII e IX, durante o período em que ocuparam grande parte do continente europeu. Dizem que, a partir daí, a difusão foi muito rápida. No entanto, existem relatos de que os romanos já conheciam o limão, usando-o como medicamento, mesmo antes de o fruto ser trazido pelos árabes. Alguns afirmam que ele só foi introduzido na Europa com as primeiras navegações dos romanos em direção às Índias Orientais.

De qualquer forma, nas Américas, o limão chegou junto com os primeiros conquistadores portugueses e espanhóis, no século XVI. Hoje, o Brasil é o segundo maior produtor mundial dessa fruta, especialmente o limão-taiti, que é um fruto híbrido, resultante de uma enxertia da lima-da-pérsia sobre o limão-cravo (daí essa variedade também ser conhecida como “limão-cavalo”), motivo pelo qual não apresenta sementes. Por ser um híbrido, muitos não consideram o limão-taiti um limão, mas uma “lima ácida”, tanto que, em inglês, essa variedade chama-se “lime”, enquanto o limão-siciliano é chamado “lemon”. Podemos considerar, porém, o limão-taiti tão terapêutico quanto qualquer outra variedade.

Em geral, todas as variedades de limão apresentam aspectos básicos semelhantes, diferindo na cor, no tamanho, na forma e na textura da casca, que pode ser desde lisa e fina, como no limão-galego, até muito enrugada e grossa, como no limão-siciliano. Quanto mais fina a casca, maior a intensidade de solarização do fruto. Ou seja, frutos típicos de climas frios compensam as taxas mais baixas de sol por dia com a espessura de sua casca. As cores variam do verde-escuro do limão-taiti ao amarelo-claro do limão-siciliano e do galego, passando pelo laranja do limão-cravo.

 

TIPOS DE LIMÃO

 

No Brasil, somos privilegiados: em todo o país, o limão é um fruto fácil de ser encontrado, produzido durante todo o ano, nas suas diversas variedades, embora seja mais produtivo de dezembro a maio. Existem cerca de 70 variedades de limão em todo o mundo, porém, as mais conhecidas pelos brasileiros são as que seguem.

 

 

beneficios-do-limao-saude-beleza-bem-estar-dieta-limao-taiti-nosso-blog.jpg

Trata-se de um híbrido da lima-da-pérsia com o limão-cravo, motivo pelo qual recebe também o nome de “lima ácida”. Fruto robusto, de formato arredondado, casca lisa ou ligeiramente rugosa, de coloração verde. A polpa é verde-clara, muito suculenta e tem sabor menos ácido. As sementes são ausentes nessa variedade, porque a planta propaga-se por enxertia, tendo como base no Brasil o limão-cravo.

Mais adaptada ao clima tropical, essa planta necessita de muito sol e umidade controlada para gerar frutos suculentos e graúdos. Devido à sua robustez, é uma variedade que praticamente não necessita de agrotóxicos. Forte e saudável, mesmo cercado pela cultura da laranja (muito propensa às pragas), o limão-taiti não se contamina nem distribui ou dissemina pragas. Tal característica, juntamente com a ausência de sementes, o torna mais adequado econômica e comercialmente ao consumo in natura.

É o limão de maior valor comercial no Brasil, tendo excelente potencial de exportação. Seu valor de mercado está relacionado à ausência de sementes, cor e aroma exóticos e à capacidade de dar frutos o ano inteiro, apesar de ser mais produtivo de dezembro a maio.

 

 

beneficios-do-limao-saude-beleza-bem-estar-dieta-limao-siciliano-nosso-blog.jpg

Trata-se do limão verdadeiro, digamos, o limão original. Seu formato é maior e mais alongado, com duas extremidades proeminentes. Na falta de sol, apresenta casca grossa, amarela, abundante e levemente rugosa; portanto, é um fruto menos suculento. É uma variedade bem apropriada – pelo seu elevado percentual de casca – para a fabricação do óleo essencial (OE) de limão, da fibra hidrossolúvel conhecida como pectina e da farinha de limão.

Seu cultivo é abundante, basicamente, em áreas de climas mais frios ou subtropicais, motivo pelo qual é bastante produzido e consumido na Europa, assim como nos países andinos da América Latina. Entretanto, não é facilmente encontrado no Brasil e nas regiões tropicais do mundo. O consumo no Brasil é desaconselhável devido à sua inadequação ao nosso clima tropical. Portanto, a safra é pequena, o custo é mais elevado e é possível a presença de agrotóxicos.

 

 

beneficios-do-limao-saude-beleza-bem-estar-dieta-limao-galego-nosso-blog.jpg

Trata-se de um fruto redondo, pequeno e muito suculento. Apresenta casca fina e lisa, de cor verde ou amarelo-claro. A polpa tem de 5 a 6 sementes e é rica em suco de sabor ácido, porém agradável.

Bastante comum nos quintais do Nordeste e Centro-Oeste brasileiro, onde a produtividade de frutos por pé é exuberante. A planta é de porte médio e produz muito, o ano inteiro. Até recentemente um limão muito popular, mas seu consumo vem sendo substituído pelo do limão-taiti.

 

 

beneficios-do-limao-saude-beleza-bem-estar-dieta-limao-cravo-nosso-blog.jpg

Trata-se de uma variedade bem rústica, motivo pelo qual é conhecida por vários nomes regionais: limão-rosa, limão-capeta, limão-vinagre, limão-bergamota, limão-cavalo, limão-limpa-tacho, entre outros. Disseminado pelos passarinhos, é comum ser encontrado no campo e em quintais do interior brasileiro, porém raro nas grandes cidades. É parecido com uma tangerina poncã, por ter a casca levemente solta da polpa, além de casca e polpa laranja-avermelhadas. Tem sabor e aroma bem característicos, muitas sementes e suco ácido, por ser a variedade com menor teor de frutose.

Tem sido usado com sucesso no Brasil como porte (cavalo) para o enxerto do limão-taiti. Cientistas começaram a estudar o óleo essencial (OE) extraído da casca desse limão, que, até o momento, apresenta propriedades terapêuticas acima da média, quando comparado ao OE do limão-siciliano e do limão-taiti.

 

 

beneficios-do-limao-saude-beleza-bem-estar-dieta-tipos-de-limao-nosso-blog.jpg

 

 

QUAL LIMÃO CONSUMIR?

 

Uma vez que todas essas variedades de limão contêm entre 5% e 7% de ácido cítrico em seu suco fresco, todas podem ser consumidas ou usadas no preparo de alimentos e produtos terapêuticos. A melhor dica é consumir o limão que está mais abundante, maduro e barato: da safra, espontâneo da estação. É o limão que se apresenta com casca brilhante e pouco rugosa, seu cabinho (ou estrela) solta facilmente, está macio ao apertar, revelando elevada suculência. A natureza nos oferta o que está pronto e próspero!

No Brasil, é raro o uso de agrotóxicos nos limões. Quando usados, são de baixa toxidade e por curto período. Em geral, diferentemente das culturas de outros cítricos, como laranjas e tangerinas, os limões são praticamente orgânicos, embora nem sempre certificados.

 

A RIQUEZA DA COMPOSIÇÃO DO LIMÃO

 

Existem, entre rústicos e híbridos, cerca de 70 variedades de limão. Todas são portadoras de elevadas concentrações de ácido cítrico e outras substâncias nutracêuticas, fundamentais para mobilizar de diversas formas o metabolismo humano. Os principais componentes do limão são o ácido cítrico e a vitamina C.

 

Ácido cítrico: O ácido cítrico está presente na maioria das frutas, sobretudo nas cítricas, mas somente no limão ele alcança o impressionante nível de 7%. Possui poder complexante, ou seja, facilita a absorção de cálcio, ferro, potássio e magnésio; estabiliza o pH do organismo e exerce papel fundamental na respiração celular e na geração de energia. É o ácido cítrico o principal responsável pelo sabor ácido do suco de fruta. Mas o fato é que o limão, principalmente em composições adequadas com outros vegetais ricos em sais minerais, não permanece nessa forma ácida após sua ingestão, transformando-se rapidamente, já na mastigação, em sais alcalinos que podem até neutralizar a acidez do estômago e outros problemas digestivos. Além disso, trata-se de um conservante natural que, junto com a vitamina C, cumpre a função de bactericida natural contra fermentações no estômago e nos intestinos, além de tratar infecções internas e externas de caráter contagioso. Na verdade, desativa os microrganismos ruins ao gerar um ambiente inadequado para o desenvolvimento de germes e fungos, o que auxilia a digestão.

 

Vitamina C: Também conhecida como ácido ascórbico, a vitamina C é solúvel em água e sensível em altas temperaturas, motivo pelo qual é destruída quando o alimento que a contém é cozido. É um antioxidante poderoso, que exerce papel importante de proteção contra os danos do envelhecimento de todas as células e tecidos, beneficiando o rejuvenescimento e o desempenho das glândulas endócrinas. O corpo humano não sintetiza a própria vitamina C, necessária na formação dos tecidos fibrosos, dos dentes, dos ossos, das cartilagens, da pele e até dos cabelos. Por isso, é fundamental sua ingestão por meio da alimentação. Adolescentes e adultos precisam consumir um mínimo de 100 mg/dia; gestantes, 125 mg/dia; lactantes, 150 mg/dia; crianças, 75 mg/dia; e fumantes e adultos de terceira idade, 300 mg/dia. O consumo diário do limão pelas crianças, desde a amamentação até a adolescência, pelas gestantes e pelos adultos de terceira idade é particularmente importante. Em casos de intervenção cirúrgica e convalescença, a vitamina C favorece a reconstituição de ossos e cartilagens, como também a cicatrização de cortes e feridas. Assim, essa vitamina é eficaz no tratamento e prevenção do escorbuto e da anemia, na reconstituição de tecidos e no fortalecimento do sistema imunológico. É também um grande auxiliar na cura de estomatites, problemas digestivos e circulatórios, dores de cabeça e piorreia.

 

 

beneficios-do-limao-saude-beleza-bem-estar-dieta-uso-externo-nosso-blog.jpg

 

 

RECEITAS DE USO EXTERNO

 

É importante lembrar, mais uma vez, que o limão, principalmente seu suco, contém substâncias fotossensibilizantes, ou seja, que causam manchas e queimaduras na pele, quando em contato com a luz solar. Durante qualquer tratamento antimanchas, tomar sol é proibido e usar filtro solar FPS 30 é fundamental. E todo tratamento antimanchas deve ser realizado somente durante o outono-inverno, quando os raios solares estão mais brandos. Portanto, todo tratamento de uso externo com o limão exige o cuidado da lavagem com água abundante do local onde foi aplicado (mãos inclusive), finalizando com um filtro solar. Sempre que possível, realizar o tratamento à noite, para evitar problemas.

 

 

Colírio homeopático: O limão precisa estar maduro, ser da estação, de cultura orgânica ou do quintal, estar bem higienizado com água limpa e seco numa toalha limpa de algodão. Evitar usar faca, motivo pelo qual é preferível o limão-cravo, que se pode abrir com as mãos. Caso seja necessário usar faca, assepsia total é muito importante.

INGREDIENTES: 3 ml de água destilada, 3 ml de soro fisiológico e 3 gotas de suco fresco de limão.

PREPARO: Colocar num frasco conta-gotas assepticamente limpo, agitar e manter na geladeira. Pingar várias vezes ao dia. Validade: 12 horas.

 

 

Elixir para gengiva e mau hálito:

INGREDIENTES: ½ xícara (chá) de vodca, 10 gotas de OE de limão, 15 gotas de OE de bergamota e ½ xícara (chá) de água pura.

PREPARO: Misturar a vodca com os OEs numa garrafa e agitar bem. Deixar a mistura repousar por uma semana. Durante este tempo, agitar a garrafa uma vez ao dia. Depois, é só diluir uma parte deste preparado em três partes de água pura. Usar este elixir para gargarejar ou fazer uma simples lavagem da boca. Nota: usar apenas para lavar, não ingerir.

 

 

Tratamento de pés rachados e mãos ressecadas: Como o suco de limão usado não contém conservantes, prepare somente a quantidade a ser usada em uma aplicação. No dia seguinte, prepare nova porção e assim por diante.

INGREDIENTES: 1 colher (sopa) de suco fresco de limão, 1 colher (sopa) de glicerina líquida (de farmácia), 1 colher (sopa) de álcool de cereais.

PREPARO: Misturar todos os ingredientes. Passar nos pés e mãos à noite antes de deitar. Sempre à noite e com meias (ou luvas), para evitar manchas e, proporcionar mais absorção. Pela manhã retirar tudo com um bom banho. E, na sequência, passar um óleo de regeneração celular ou creme hidratante de sua preferência. Aproveitar para fazer aquela massagem carinhosa nos seus pés e mãos. Repetir esta operação diariamente até curar, o que deve ser rápido.

 

 

Açúcar, mel e limão, doce esfoliação: Para esfoliar e clarear a pele das mãos e dos pés, nada melhor do que o açúcar misturado com mel e gotas de limão. Forme uma pasta e aplique com movimentos delicados, desenhando círculos, nas mãos e nos pés. Curta o contato, os estímulos sensoriais do áspero e do melado, os aromas. Deixar repousar por 10 minutos e retirar com água morna, e água fria na sequência. O ideal é realizar esse procedimento ao final da tarde ou à noite, para evitar sair e tomar sol.

 

 

Loção refrescante e tratamento de acne:

INGREDIENTES: Suco fresco de ½ limão e 1 xícara (chá) de água filtrada ou mineral.

PREPARO: Espremer o limão, coar e adicionar à água. Aplicar no rosto limpo com o auxílio de uma bolinha de algodão, evitando passá-la na área próxima aos olhos, para não ressecar. Se o limão causar irritação à pele, aumentar a quantidade de água para 2 xícaras (chá). Deixar agir por alguns segundos e lavar com água abundante.

 

 

Máscara de beleza: Para limpar, hidratar, regenerar e revitalizar a pele do rosto. Misturar 1 colher (sopa) de mel, suco fresco de 1 limão e germe de trigo cru, até obter uma consistência pastosa. Aplicar no rosto, evitando a área muito próxima aos olhos. Deixar agir por 30 minutos. Retirar e lavar a pele com água mineral, friccionando suavemente com uma esponja vegetal.

 

 

Máscara rejuvenescedora: Para ativar a circulação facial. Misturar 1 colher (sopa) de argila branca com o suco fresco de limão, até obter uma consistência pastosa. Aplicar no rosto, evitando a área muito próxima aos olhos. Deitar em posição relaxada e deixar agir até secar. Retirar e lavar a pele com água mineral, friccionando suavemente com uma esponja vegetal. O rosto vai esquentar e ficar bastante irrigado (oxigenado), portanto é ideal, logo após a retirada da máscara, passar um bom creme hidratante e nutritivo.

 

 

Loção para tirar manchas da pele: Colocar flores de sabugueiro no fundo de um frasco de vidro pequeno (tampa larga). Cobrir as flores com rodelas de limão (polpa e casca). Montar as camadas assim alternadas até encher o vidro. Completar com água filtrada. Deixar em repouso por 24 horas. Filtrar sem espremer e guardar na geladeira. Aplicar na pele esta loção gelada, toda noite. Não tomar sol durante o tratamento.

 

 

Loção refrescante para mãos e rosto:

INGREDIENTES: 1 limão e 2 xícaras (chá) de água.

PREPARO: Cortar o limão ao meio, cobrir com parte da água e levar ao fogo brando em vasilha refratária ou de ágata. Quando o limão estiver macio, retirar do fogo e bater com o restante da água no liquidificador. Colocar num pote com tampa e guardar na geladeira. Usar nas mãos para amaciar e branquear, especialmente após lidar com sabões e detergentes, ou depois de descascar legumes que mancham a pele. Para aplicar no rosto, é aconselhável diluir em água, na proporção de 1 colher (café) desse chá para ½ xícara (chá) de água fria.

 

 

Máscara para cabelos quebradiços:

INGREDIENTES: 1 colher (sopa) de suco fresco de limão, 1 gema, 2 colheres (sopa) de mel.

PREPARO: Misturar os ingredientes com 5 a 6 colheres (sopa) de um bom creme de massagem e hidratação, até virar uma pasta. Aplicar nos cabelos. Envolver com uma touca ou toalha quente e deixar agir por 20 minutos. Lavar e enxaguar. Usar a última água do enxágue com gotas de limão para dar mais brilho.

 

 

Spray para cabelos oleosos: Cozinhar numa vasilha refratária 1 limão cortado ao meio em 2 xícaras (chá) de água, até que ele fique bem macio. Coar numa gaze e adicionar 2 gotas de OE de lavanda. Guardar na geladeira, numa embalagem de spray. Com esse spray, os cabelos adquirem volume sem os riscos normalmente causados pelos aerossóis, que costumam conter produtos agressivos.

 

 

Pré-xampu: Para remover produtos que ficaram no cabelo, como condicionador, mousse, gel, protetor solar e pomadas.

INGREDIENTES: 1 xícara (chá) de água filtrada, ¼ de xícara (chá) de vodca e suco fresco de 1 limão.

PREPARO: Numa jarra de vidro, misturar bem os ingredientes. Aplicar nos fios. Enxaguar. Lavar com seu xampu e condicionador. Usar 1 vez por semana.

 

 

Fonte: O Poder de Cura do Limão, Conceição Trucom, Alaúde

 

 

Conheça vários benefícios de tomar o suco de limão:

 

 


Voltar

ÚLTIMOS POSTS

03.12.2019
Você gostaria que fosse possível não sentir dor? Gostaria de ser absolutamente imune a ...
Leia mais
26.11.2019
Citrus, em latim, quer dizer “limão”. Daí todas as frutas cítricas serem parentes ...
Leia mais
19.11.2019
Quem se decide pela vida monástica zen-budista enfrenta duras provações, de fato. Enfrenta a si ...
Leia mais
RECEBA NOSSA NEWSLETTER
CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar

CompraZen, seu companheiro de jornada

Formas de pagamento

Formas de pagamento

Redes sociais

Facebook Instagram Youtube

Atendimento

(11) 4721-5028

(11) 93148-0456

Buda
2017 - Todos os direitos reservados - Compra Zen www.comprazen.com.br - CNPJ 15.294.311/0001-88
Rua Francisco Martins Feitosa, 119 - Mogi das Cruzes - SP - 08735-420 - Brasil
Preços, condições e promoções exclusivos para o site, podendo sofrer alterações sem prévia notificação.