CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar
ESPIRITUALIDADE
21.06.2022
CompraZen
Os elementais e os quatro elementos
COMPARTILHAR

 

Os Elementais da natureza são seres divinos que podem estar no nosso cotidiano. São energias que protegem e harmonizam a natureza. Tendo ligação com os quatro elementos, estão constantemente presentes em nossa vida. Pesquisadores do assunto dizem que eles vivem de trezentos a mil anos antes de desintegrarem e voltarem ao seu elemento predominante. Pessoas com mais sensibilidade têm capacidade de vê-los, pois, apesar de serem focos de luz, podem reunir matéria densa em volta de seus corpos tornando-se visíveis e podem possuir formas variadas dependendo do elemento a que pertencem. Vamos falar um pouco mais sobre esses encantados:

 

 

ELEMENTAIS DA TERRA

 

a-forca-dos-elementais-quatro-elementos-natureza-agua-terra-fogo-ar-espiritos-magia-nosso-blog-1.jpg

 

 

TERRA é o elemento feminino, representa tudo o que é fixo, sólido, coesivo, da união, úmido, reprodutivo, cristalizado, concretizado, limitado. Representa o nosso corpo físico, a terra (corpo físico do nosso planeta) e tudo que está plantado sobre ela. Por ter característica de gerar e nutrir ganhou o título em várias culturas pré-cristãs de “Grande-Deusa”, “Grande-Mãe” ou “Mãe-Terra”. Ganhou tais títulos por nos receber no nascimento dando-nos bases sólidas para caminharmos, alimenta-nos durante todo o nosso ciclo de vida e nos guarda após a morte (recebe nosso corpo físico). Sua magia envolve a prosperidade, o equilíbrio, os trabalhos, negócios, dinheiro e materialização de objetivos, projetos, por exemplo.

Dom: Psicometria.

Poder: Cura, sabedoria.

Sentido: Tato.

Estação: Inverno.

Hora: 00:00 hs (meia-noite).

Animais: Touro/vaca, búfalo, bisão, cobra (da terra), serpente, tartaruga, veado, antílope, gato, pantera.

Objeto: Cristal, moeda, pentáculo.

Naipe: Ouros.

Cores: Verde, marrom, preto, branco.

Elemental: Gnomos.

Ervas: Confrei, cordão de frade, manjericão roxo, pinhão roxo, aroeira, cipreste, arruda, barba de velho (em geral, todas as ervas).

Grãos: Cevada, milho, arroz, trigo, centeio.

Incenso: Mirra, benjoim, incenso, capim cheiroso.

Pedras: Obsidiana, ônix, hematita, ametista, quartzo fumê, turmalina negra, pirita, olho de tigre.

Signos: Touro, Virgem e Capricórnio.

 

Como saudar os elementais da terra

Eles nos ajudam na resolução de problemas de ordem material: dinheiro, trabalho, cura física, etc. Para pedir ajuda aos elementais da terra basta ficar descalço sentindo a energia da terra. Pode deitar se quiser de barriga para cima, de preferência que seja em local bem arborizado. Inspire e expire três vezes sentindo a respiração fluir de forma natural, conecte-se com seu corpo físico, seu peso ao qual a ação da gravidade exerce sobre ele, conecte-se com a força Terra-Mãe, mata floresta, etc. Se tiver cristais, faça um círculo de cristais e deite-se dentro dele. Depois de trocar energia com a terra diga as seguintes palavras:

 

“Eu vos saúdo, elementais da terra

Gnomos seres responsáveis pela sua harmonia

Sob vossa responsabilidade materializa-se

A fortaleza da Mãe-Terra

Ajudai-nos a transmutar e a construir

Bases sólidas e corretas em nossos projetos

Vocês que possuem a magia dos segredos ocultos

E que cuidam para que a árvore possa ficar frondosa

Faça-nos dignos de vosso auxílio,

Seres encantados da terra

Peço por mim e pela humanidade

Que a terra cure, harmonize e prospere também

A vida de meus irmãos

Assim seja”

 

Algumas espécies de elementais da terra

GNOMOS – São os mais próximos dos humanos por terem o corpo menos etéreo. Quem já os viu os descrevem como seres de baixa estatura, gordinhos e atarracados. Segundo Paracelso (que viveu no séc. XVI e escreveu o livro “Filosofia Oculta”) os gnomos falam, dormem, casam-se, têm filhos e constroem habitações em pedras que atravessam com facilidade. O sensitivo inglês Geoffrey Hodson descreve os Gnomos em seu livro “O Reino dos Deuses”, que são magros com aparência, às vezes, grotesca, braços e pernas compridas desproporcionalmente.

DUENDES – São bastante conhecidos, pois sua imagem popularizou-se por lendas e histórias infantis. Têm a aparência de um camponês europeu da Idade Média. Usam botas, cintos largos, um barrete bem pontudo ou chapéu de abas. São ágeis, medem cerca de 15 cm e são barbudos. Uma observação importante é que sempre que for pedir algo aos elementais, é importante nunca pedir só para si, lembre-se sempre de pedir em prol de outras pessoas ou de todos que habitam a terra.

ELFOS – Têm pés e mãos desproporcionais, às vezes, apresentam-se ora na forma humana, ora na forma de animais. Suas orelhas são bem pontiagudas, nariz grande, boca bem larga e sem dentes. Sua pele é marrom brilhante.

FADAS – São bem conhecidas por causa dos contos infantis. Sua aparência é juvenil e seu tamanho é minúsculo. Suas roupas lembram camisolas delicadas, são dóceis e sensuais. Apesar de representarem a terra, também podem representar o ar, pois passam horas batendo suas asinhas. Gostam de bosques e jardins. Depois que duas irmãs inglesas fotografaram fadas em seu jardim é que se difundiu mais a existência de seres encantadores.

HAMADRÍADES – Conhecidas também como o espírito das árvores, elas vivem e morrem nas plantas que estão fazendo parte, desde uma árvore até uma singela flor. São seres de essência feminina, têm a pele amarelo-esverdeada. Não são muito afetadas pela gravidade, movem-se no ar e caminham livremente pelos troncos como se estivessem caminhando em terra sem planta.

 

 

 

ELEMENTAIS DA ÁGUA

 

a-forca-dos-elementais-quatro-elementos-natureza-agua-terra-fogo-ar-espiritos-magia-nosso-blog-2.jpg

 

 

São seres adoráveis, amáveis e sua imagem é belíssima. Dominam rios, mares, lagos, as essências, bem como tudo o que é líquido. O habitat desses elementais são as cascatas, correntezas e espumas produzidas pelas quedas d’água. Pântanos e lagoas também são moradas para eles. Existem lendas que falam de sua grande proximidade com os humanos. Suas figuras são representadas pelas sereias que mostram a aproximação com os humanos. As ondinas também podem ser bem pequenas habitando riachos e fontes. Existem aquelas que moram em folhas flutuantes e pequenas.

ÁGUA é o elemento fluente, a inconstância, a fertilidade, a absorção e a germinação. Representa nosso subconsciente e inconsciente por estar em constante movimento, assim como o mar. É responsável por toda a limpeza, em todos os sentidos.

Direção: Oeste.

Rege: Emoções, sentimentos, coragem, amor, ousadia, tristeza, o oceano, as marés, lagos, lagoas, córregos e rios, nascentes e poços, intuição, a mente inconsciente, o útero, geração, fertilidade, etc.

Dom: Telepatia.

Poder: Intuição.

Sentido: Paladar.

Estação: Outono.

Hora: 18 hs (crepúsculo).

Animais: Peixes, golfinhos, baleias, cobras (d’água), animais da água.

Objeto: Cálice, taça.

Cores: Azul, verde, cinza, índigo, preto.

Naipe: Copas.

Elemental: Ondina.

Ervas: Artemísia, lavanda, mil folhas, amor-do-campo, colônia, oriri, plantas aquáticas, etc.

Incenso: Verbena, lavanda, alfazema, rosas, sândalo, jasmim.

Pedras: Água-marinha, sodalita, quartzo rosa, turmalina melancia, esmeralda.

Signos: Câncer, Escorpião e Peixes.

 

Algumas espécies de ondinas

SEREIAS – Uma das figuras mais conhecidas com grande influência na mitologia. Gostam de cantar e tem por característica seu corpo metade mulher, metade peixe. Dizem que atraem através de seu canto.

DAMAS BRANCAS – Semelhantes à imagem feminina, são esguias e muito bonitas. Vestem-se de roupa longa.

BEBÊS D’ÁGUA – Têm o poder de recarregar nossa energia. Sua aparência remete a bebês gorduchos. Habitam cachoeiras e riachos.

 

Como invocar as ondinas

As ondinas estão relacionadas a problemas sentimentais, emocionais (corpo astral), subconsciente, etc. Para pedir ajuda aos elementais da água, é necessário se conectar ao elemento com um gesto singelo. Pode ser na praia, cachoeira, riacho, um som com fundo de queda d’água, se quiser, poderá tomar um banho de banheira ou colocar em um pote com água algumas gotas de água de cheiro ou essência, conectar-se com os elementais da água e tomar banho, etc. Em conjunto com o ato de sua preferência, concentre-se em suas emoções e sentimentos, sinta as batidas de seu coração. Inspire e expire exalando emoções indesejadas (medo, insegurança, raiva, etc). Ao se banhar, imagine-se descarregando toda impureza de seu corpo e alma, deixe que esses elementais renovem suas energias emocionais permitindo-lhe fluir positivamente com as energias do amor, da alegria, do perdão, etc. Após trocar energia com a água, diga as seguintes palavras:

 

“Eu vos saúdo elementais da água

Guardiões dos sentimentos e do equilíbrio emocional,

Limpe e purifique nossa alma

Ensina-nos a ser sensível, intuitiva e segura

Que a água, elemento tão precioso,

Possa trazer-me mudanças e renovações

Necessárias em minha vida

Faça-nos dignos de vosso auxílio

Encantados da água

Peço por mim e pela humanidade

Que as águas também purifiquem, fertilizem

E renovem a vida de meus irmãos

Assim seja!”

 

 

 

ELEMENTAIS DO FOGO

 

a-forca-dos-elementais-quatro-elementos-natureza-agua-terra-fogo-ar-espiritos-magia-nosso-blog-3.jpg

 

 

De todos os elementais, este, com certeza, é o mais perigoso. Neste reino estão inclusos salamandras, dragões e lagartos com calda de fogo. Eles são diretamente ligados à transformação, assim como o elemento que as representam. Estão associadas à criação e à destruição, do mesmo modo que os demais elementais que quando terminam seu ciclo se desintegram voltando ao elemento de origem (neste caso, o fogo). Atuam em nossas vidas sobre emoções e instinto. Geralmente, têm mais influência em pess oas impetuosas e explosivas. Perigosas e poderosas, por desencadearem fortes correntes emocionais que, se não bem direcionadas e trabalhadas, podem prejudicar os seres humanos. Existem salamandras que vivem em vulcões e elas se dividem e se apresentam de várias maneiras. Paracelso nos diz que elas podem ser vistas como bolas de fogo, dragões ou lagartos com calda incandescente. Segundo Geoffrey Hodson, as salamandras assemelham-se a seres humanos em torno do rosto, têm correntes de energia luminosas em forma de cabelos. O rosto tem formato triangular, com olhos brilhantes, queixos e orelhas pontudas, cabeça envolvida em chamas de fogo vermelho-alaranjado. Medem de 70 cm a 6 metros.

FOGO é o elemento masculino radiante, ativo, instintivo, vital, luminoso, criativo. Representa o poder da vontade, da ação, paixão, sexualidade ardente, luminosidade, luta, criação / destruição, eletricidade. Sua magia envolve energia, autoridade, sexo e a destruição pela queima de energia negativa.

Direção: Sul.

Rege: Espírito, instinto, paixão, intuição, sexualidade, purificação, energia, vigor, autoridade, cura, transformação, desejo, calor, vontade, sol, vulcões, erupções, explosões, sangue, vida, ação, luta, destruição, vitalidade, luz.

Dom: Vidência.

Poder: Espírito, purificação.

Sentido: Visão.

Estação: Verão.

Hora: 12 hs (meio-dia).

Animais: Serpente, dragões de fogo, cavalo, cobra, leões, águia.

Objeto: Bastão, vela.

Naipe: Paus.

Cores: Vermelho, laranja, dourado, branco.

Elemental: Salamandra.

Ervas: Alecrim, pimenta, urtiga, ipê-roxo, urucum, elevante, pedra do sol, vence demanda, etc.

Incenso: Alecrim, almíscar, patchouli, canela, dama-da-noite, madeira.

Pedras: Granada, jaspe de sangue, opala, ágata de fogo, citrino.

Signos: Áries, Sagitário e Leão.

 

Como invocar salamandras

Apesar de sempre pedirem muito cuidado ao invocar esse Elemental, as salamandras também nos favorecem e têm suas funções com bem-estar físico e cura de algumas doenças. Também atuam na vontade, vitalidade, sexualidade, instintividade, ação, dinamismo, força. Acenda uma vela na cor laranja ou vermelha, inspire e expire, perceba a energia vital que anima todo o seu corpo e sua capacidade de transformar o ser e a vida. Olhe por alguns instantes a vela e perceba os movimentos da chama; se possível, coloque uma música cigana ou flamenca e deixe fluir sua sensualidade através da dança. Depois de trocar energia com o fogo, diga as seguintes palavras:

 

“Eu vos saúdo espíritos do fogo

Com respeito e admiração

Venho pedir-vos equilíbrio aos meus instintos

Força, coragem e ação a todo

Instante que for necessário em minha vida

Que minha sensualidade seja a

Expressão de beleza, vigor e coragem que

Transborda em minha alma

Num ritmo harmônico na dança da vida

Peço por mim e pela humanidade

Que o fogo também ilumine, dinamize e transforme

A vida de meus irmãos

Assim seja!”

 

 

 

ELEMENTAIS DO AR

 

a-forca-dos-elementais-quatro-elementos-natureza-agua-terra-fogo-ar-espiritos-magia-nosso-blog-4.jpg

 

 

São conhecidos como escultores do mundo mágico, segundo Dora Van Gelder em seu livro “Mundo Real das Fadas”. São pequenininhos seres que brincam e dançam no ar, criando formas nas nuvens, são bondosos e delicados. Estão associados a atividades intelectuais, artísticas e sonhos de um modo geral. Conhecidos como Silfos, esses seres costumam se apresentar com formas prateadas ou tons suaves de azul ou rosa claro. Suas formas variam de um cometa de luz à semelhança com anjos. Comunicam-se através de sons que parecem assobio do vento e se movem com grande velocidade no ar. São excelentes companheiros para trabalhar a intelectualidade e a criatividade mental. Por apresentarem forte ligação com as crianças (por serem muito imaginativas), tentam criar formas no ar de acordo com o pensamento mágico das crianças.

AR é o elemento masculino, seco e expansivo, ativo, reflexivo, vital, luminoso, criativo. Representa o poder do saber, da inteligência e da comunicação. Representa movimento constante. Sua magia envolve viagens, instrução, liberdade, conhecimentos, descoberta de mentira, coisas escondidas.

Direção: Leste.

Rege: Mente, conhecimento, sabedoria, inteligência, discernimento, trabalho psíquico, intuição, mente criativa, teoria, conhecimento abstrato, comunicação, picos, cumes, montanhas, planícies, vento, brisa, vendavais, respiração, reflexão, energia vital, movimentação, ensino, desvendar.

Dom: Telecinésia.

Poder: Intelecto, razão.

Sentido: Olfato.

Estação: Primavera.

Hora: 06 h (amanhecer).

Animais: Borboleta, águia, falcão, gavião, condor, pássaros em geral.

Objeto: Atame, espada, incenso.

Naipe: Espadas.

Cores: Amarelo, branco.

Elemental: Silfo.

Ervas: Sálvia, violeta, olíbano, eucalipto, Macaé, valeriana, cidreira, angélica.

Incenso: Olíbano, benjoim, ananda, lótus.

Pedras: Quartzo branco, ametista, topázio, diamante, aventurina, lápis lazúli.

Signos: Gêmeos, Libra e Aquário.

 

Como saudar os silfos

O elemento ar representa a capacidade de raciocinar, movimentos rápidos, mudanças, a visualização plena e a arte do saber. É o voo mágico que transcende os limites do eu físico material. Elevar a mente, expandir a consciência ilimitada e voar nas alturas junto com a águia. Acenda um incenso de sua preferência, concentre-se em sua respiração, que é o próprio ar trazendo energia vital ao seu organismo. Inspire e expire (fazendo ecoar um leve assobio), eliminando da mente quaisquer pensamentos indesejados; deixe a mente livre para que a energia dos Silfos possa atuar. Agora tente se imaginar voando ou bem no alto de uma montanha aonde possa sentir a pureza do ar e o vento que sopra no seu rosto e em todo o seu corpo. Perceba a manifestação de Deus no ar, pois podemos senti-lo, embora não possamos vê-lo. Depois de trocar energia com o ar, diga as seguintes palavras:

 

“Eu vos saúdo elementais do ar

Que sua brisa possa soprar em minha mente

Auxiliando-me sempre aos bons pensamentos

Que o raciocínio lógico e pleno

Possa me acompanhar e transcender

A razão da consciência ilimitada

Que o dom do saber seja a

Arte do meu espírito e a inteligência

A cura da mente que paira sobre

Os limites trevosos da ignorância

Que a humanidade entenda sua missão

E receba suas mensagens

Que o esplendor da vossa luz ilumine

Minha alma e alimente meu espírito

Peço por mim e pela humanidade

Que o ar também possa expandir

Ensinar e inspirar

A vida de meus irmãos

Assim seja!”

 

 

Fonte: O Caminho Sagrado das Cartas Ciganas – Nossa Jornada Interior, Carla Sindhara, Isis

 

 

Uma imersão na força e mistérios da água na canção de Maria Gadú:

 

 

MUNDO LÍQUIDO

(Maria Gadú)

 

Mundo líquido, peixe

A vida de olhos abertos

No planeta das águas

Qualificam-se maravilhas

 

Quem revela os mistérios

E os rumos dos seres aquáticos?

Suas naves famílias

E o agudo mais grave das ondas

 

Vou povoar em sentidos

O negro mar, bóia hídrica

Vou ver Iara Amazônica

E seu cardume de náufragos

 

Vou debruçar meu caráter

No negro rio, mata híbrida

Quero contar aos meus filhos

Sobre um mergulho fantástico

 


Voltar

ÚLTIMOS POSTS

21.06.2022
Os Elementais da natureza são seres divinos que podem estar no nosso cotidiano. São energias que protegem ...
Leia mais
07.06.2022
O escritor Guimarães Rosa preconizou: o nosso estado de plenitude não pode ser programado. Ser feliz ...
Leia mais
24.05.2022
Na Índia, o deus Ganesha é um dos mais populares na religião hindu. A seguir, quatro curiosidades ...
Leia mais
CompraZen
Meditação, yoga e bem-estar

CompraZen, seu companheiro de jornada

Formas de pagamento

Formas de pagamento

Redes sociais

Facebook Instagram Youtube

Atendimento

(11) 96706-4719

Buda
2017 - Todos os direitos reservados - Compra Zen www.comprazen.com.br - CNPJ 14.088.607/0001-80
Mogi das Cruzes - SP - Brasil
Preços, condições e promoções exclusivos para o site, podendo sofrer alterações sem prévia notificação.